Skip to main content

investigações

Habitar: da Casa à Cidade

Investigador Responsável: Hugo L. Farias

A linha de investigação “Habitar: da Casa à Cidade” procura desenvolver investigação sobre a habitação nas suas múltiplas escalas: desde o espaço interno da habitação, ao edifício, ao bairro e à cidade. Aborda a arquitetura habitacional dos espaços da lusofonia, num enquadramento temporal que abarca desde o final do século XIX, todo o século XX e as primeiras décadas do século XXI, procurando recolher, ler, analisar, compreender e disseminar conhecimento relevante sobre a casa, o edifício residencial, o conjunto habitacional e o espaço público com estes relacionado. Promovem-se leituras morfológicas, tipológicas, espácio-funcionais, espácio-sociais, ambientais, outras, procurando fundamentar uma reflexão sobre a habitação na contemporaneidade, apontando pistas, princípios e estratégias para a conceção e construção de uma arquitetura habitacional em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas: uma habitação adequada, acessível, diversa e de qualidade.

 

Por uma Memória Arquitetónica

Investigador Responsável:  Joana B. Malheiro

A linha de investigação “Por uma Memória Arquitetónica” tem como objetivo de identificar, estudar e divulgar o espólio dos arquitetos portugueses, centrados em Lisboa, que foram depositados na FAUL. Saliente-se, que já se encontram mais de 50 espólios de arquitetos à guarda da FAUL, constituindo o objeto de estudo deste projeto de investigação. Mais do que nunca, é hoje importante compreender a salvaguarda do que é a Arquitetura – desde o final do século XIX ao final do século XX - e que compreende "as últimas gerações de papel", ou seja, o trabalho dos arquitetos que têm todos os seus projetos em suporte físico. Esta linha de investigação caracteriza-se, assim, por uma abordagem teórica e prática, baseada em quatro aspetos essenciais: a organização e tratamento arquivístico; a transferência de apoio/digitalização; a preservação e conservação do material; e a divulgação e disseminação do conhecimento, através da investigação científica e técnica em Arquitetura e áreas disciplinares associadas. O resgate destes elementos representa a garantia do futuro do passado.

 

Desenho, Iconografia, Cidade, Arquitetura

Investigador Responsável: Pedro A. Janeiro

A linha de investigação "Representação Visual: leitura e crítica" procura um estudo aturado acerca da iconografia (desenhada, fotografada, projetada) da Arquitetura Lusófona, enfocando, em especial, os espólios recolhidos. Procura-se a datação enquanto cronologia; a definição dos movimentos estéticos e consequentemente estilísticos; o seu estudo confrontando esses movimentos e, em função disso, o estudo acerca das formas de habitar nos espaços da lusofonia (da casa à cidade); o estudo dos espaços do habitar e seus cenários habitados; o estudo da arquitetura e dos espaços do habitar manifestado na iconografia em estudo; o estudo do desenho das fachadas em contraponto com os espaços do habitar que estas escondem; e as novas formas de habitar.